Neste dia na história: 3 de março de 1912, a organização sionista feminina “Hadassah” foi fundada nos EUA. – WZO

Neste dia na história: 3 de março de 1912, a organização sionista feminina “Hadassah” foi fundada nos EUA.

A Organização Sionista Feminina Hadassah da América, uma das maiores organizações sionistas femininas do mundo, foi fundada em 3 de março de 1912, por Henrietta Szold. A organização surgiu em Nova York com base nos já existentes clubes ‘Filhas de Sião’ e foi nomeada em homenagem à rainha bíblica Ester, conhecida pelo seu nome judaico […]

A Organização Sionista Feminina Hadassah da América, uma das maiores organizações sionistas femininas do mundo, foi fundada em 3 de março de 1912, por Henrietta Szold. A organização surgiu em Nova York com base nos já existentes clubes ‘Filhas de Sião’ e foi nomeada em homenagem à rainha bíblica Ester, conhecida pelo seu nome judaico Hadassah. Em 1918, Hadassah tornou-se parte da Organização Sionista da América.

O objetivo da criação da Hadassah era unir mulheres judias na América em apoio ao movimento sionista, desenvolver iniciativas sociais, programas educacionais e fornecer assistência à comunidade judaica na Palestina e mais tarde em Israel. Henrietta Szold, que se tornou a primeira presidente da organização, desempenhou um papel fundamental no seu desenvolvimento e na definição das suas áreas de atuação.

Uma das conquistas mais significativas da Hadassah foi a criação de uma infraestrutura médica na Palestina, incluindo a famosa rede de instituições médicas em Jerusalém. A organização se envolveu ativamente na formação de pessoal médico e no desenvolvimento de hospitais e clínicas, o que desempenhou um papel importante na melhoria da saúde na região.

Com o tempo, as atividades da Hadassah se expandiram: a organização assumiu papéis em projetos educacionais, iniciativas culturais e femininas, enquanto continuava a apoiar Israel e comunidades judaicas ao redor do mundo. Hoje, Hadassah continua sendo uma plataforma poderosa para a liderança feminina, inspirando novas gerações a agir no espírito dos valores sionistas e humanos universais.

3 Mar 2024
1 min read
427
Notícias

Ler mais

Cafe Ivrit na USP

Cafe Ivrit na USP

Neste mês de junho tivemos o encontro de: “Cafe Ivrit” na USP.
A marca de 100 dias da Guerra

A marca de 100 dias da Guerra

Pedalada pela volta dos sequestrados marcando os 100 dias do sequestro.