Tu BiShvat — Ano Novo das Árvores – WZO

Tu BiShvat — Ano Novo das Árvores

Foto: CHAIYARAT / Shutterstock.com Na noite de 24 de janeiro, começou a festa de Tu BiShvat, que durará o dia todo amanhã. Coincide com o momento em que as árvores em Israel despertam de seu sono de inverno. Tu BiShvat, ou ‘Rosh HaShanah La’Ilanot’ em hebraico, traduz-se como ‘Ano Novo das Árvores’. É um feriado […]

Foto: CHAIYARAT / Shutterstock.com

Na noite de 24 de janeiro, começou a festa de Tu BiShvat, que durará o dia todo amanhã. Coincide com o momento em que as árvores em Israel despertam de seu sono de inverno. Tu BiShvat, ou ‘Rosh HaShanah La’Ilanot’ em hebraico, traduz-se como ‘Ano Novo das Árvores’. É um feriado nacional judaico tradicionalmente celebrado em Israel e comunidades judaicas ao redor do mundo, profundamente enraizado na história. De acordo com o Midrash (uma seção da Torá Oral), as árvores, vendo que Deus havia dado aos humanos um feriado de Ano Novo, sentiram-se desprezadas e pediram um dia semelhante para si mesmas. Assim, o 15º dia do mês de inverno de Shevat tornou-se o feriado conhecido por nós como Tu BiShvat. Em 2022, essa data cai em 6 de fevereiro. Tu BiShvat marca a fronteira entre o antigo e o novo ano fiscal para árvores frutíferas. De acordo com a Torá, os judeus eram obrigados a dar um décimo da colheita de frutas a cada ano como presente aos sacerdotes nos templos ou aos pobres. Tu BiShvat é considerado o dia que determina a qual ano as frutas pertencem. Se a fruta brotar antes desta data, são consideradas frutas do ano que se encerra.

Hoje, as tradições de celebrar Tu BiShvat foram renovadas. Em 1908, a União dos Professores Judeus estabeleceu uma nova tradição para este feriado — o plantio de árvores jovens. Um pouco mais tarde, o Fundo Nacional Judaico apoiou e desenvolveu essa tradição. Desde então, tornou-se costumeiro neste dia em Israel e comunidades judaicas ao redor do mundo plantar novas árvores.

Tradicionalmente, um jantar festivo em família é realizado em Tu BiShvat. Os pratos principais são frutas cultivadas nas terras de Israel. É costume colocar sete frutas na mesa para Tu BiShvat: trigo, cevada, azeitonas, uvas, tâmaras, figos e romãs. As frutas não precisam ser frescas. Uvas, tâmaras e figos podem ser servidos como frutas secas. Azeitonas podem ser enlatadas ou como azeite de oliva. Romã pode ser substituída por suco. Trigo e cevada são servidos como biscoitos e bolachas ou cozidos como mingau. A celebração deste ano de Tu BiShvat é ofuscada pelo ataque terrorista do HAMAS a Israel, ações militares na Faixa de Gaza e o destino dos reféns mantidos em cativeiro. Os plantios de árvores começaram muito antes do feriado e ocorreram em diferentes áreas do país, incluindo a floresta perto do Kibutz Be’eri, que foi afetada pelos eventos de 7 de outubro. Uma nova seção da floresta foi plantada em memória de todos aqueles que caíram nas mãos de terroristas.

24 Jan 2024
2 min read
756
Notícias

Ler mais

Siga em frente

Siga em frente

Diretor do Programa LEKH LEKHA em Turnê pela França para Promover Aliyah Coletiva Array
Participação no Ierid Masá

Participação no Ierid Masá

O Departamento de Idud Aliá da Organização Sionista Mundial esteve presente nas feiras de projetos de Masá , em SP e no RIO.
Inapto para o serviço profissional

Inapto para o serviço profissional

Além da declaração escandalosa de que o ataque terrorista do HAMAS em 7 de outubro "não aconteceu num vácuo", o atual Secretário-Geral da ONU, António Guterres, acrescentou algo novo.