Dia de Jerusalém – a festa da unificação da cidade – WZO

Dia de Jerusalém – a festa da unificação da cidade

Hoje é o Dia de Jerusalém – uma festa que surgiu em Israel em 1967 em honra à vitória na Guerra dos Seis Dias e à reunificação de Jerusalém. Este é um dos principais feriados do nosso país, símbolos da nossa soberania.

Israeli paratroopers at the Western Wall, photograph by David Rubinger

Em 1947, ainda antes da criação de Israel, a Assembleia Geral da ONU adotou a resolução 181, que previa a divisão da Palestina em um estado judeu e um estado árabe, e determinava um status internacional especial para Jerusalém.

Contudo, os estados árabes rejeitaram esse plano. No dia seguinte ao anúncio do Estado de Israel, exércitos de seis países invadiram o território do jovem estado. Assim começou a segunda fase da Guerra de Independência. Após o seu término, Israel obteve controle sobre a parte ocidental de Jerusalém, e a Jordânia — sobre a parte oriental, incluindo a Cidade Velha, cujos habitantes judeus foram expulsos de suas casas, e sinagogas e cemitérios judeus foram destruídos.

A mais importante relíquia do judaísmo, o Muro das Lamentações, ficou inacessível aos judeus durante os 19 anos seguintes.

Durante a Guerra dos Seis Dias, em 1967, o Exército de Defesa de Israel libertou a parte oriental de Jerusalém e unificou a cidade. Os judeus puderam novamente caminhar livremente pela Cidade Velha, inclinando suas cabeças diante do Muro das Lamentações.

Para sempre entraram para a história as palavras transmitidas por rádio pelo comandante da brigada paraquedista Mordechai Gur: “O Monte do Templo está em nossas mãos! Repito — O Monte do Templo está em nossas mãos!”

5 Jun 2024
1 min read
260
Notícias

Ler mais

Maior aula de hebraico da história

Maior aula de hebraico da história

No último domingo 29.5 celebramos junto ao mundo inteiro Iom Yerushalaim com o evento especial da Maior aula de Hebraico da história.
Cartazes das pessoas sequestradas

Cartazes das pessoas sequestradas

Os cartazes das pessoas sequestradas estão sendo divulgados em diferentes lugares das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.
Em Israel, foi aprovado um programa para atrair os principais cientistas judeus

Em Israel, foi aprovado um programa para atrair os principais cientistas judeus

Israel anunciou o lançamento de um programa destinado a atrair para o país pesquisadores judeus e ex-israelenses excepcionais.