Pessach: tempo de matzá – WZO

Pessach: tempo de matzá

Durante o Pessach, os judeus comem matzá. São pães ázimos finos, feitos de massa que não foi fermentada, pois não se pode comer fermentados durante a semana do Pessach. A matzá é um dos alimentos que devem estar presentes na mesa durante a refeição festiva (“sêder”).

Roman_Yanushevsky / depositphotos.com

A matzá é consumida em memória do Êxodo dos judeus do Egito, sendo a tradição judaica mais antiga. Nos tempos antigos, o povo liderado por Moisés partiu em uma jornada pelo deserto, sem esperar que a massa do pão fermentasse. Os judeus que deixaram o Egito não tinham nenhum alimento, exceto a matzá assada às pressas. Essa comida escassa de forma milagrosa saciava os judeus em sua caminhada para a liberdade, e no Pessach comemos matzá, lembrando de nossos distantes antepassados.

A matzá de Pessach é preparada especialmente, e as embalagens são marcadas com “kosher para Pessach”. Seu preparo não deve levar mais de 18 minutos. Diversas fontes religiosas indicam que após esse tempo a massa começa a fermentar devido à interação entre o trigo e a umidade. Dependendo das tradições da família, a matzá pode ser um biscoito crocante ou um pão ázimo plano. A matzá macia é feita exclusivamente à mão.

Uma das tradições do sêder de Pessach é a busca pelo afikoman. Uma metade de um pedaço de matzá é quebrada no início da refeição festiva e, de acordo com o costume, é escondida. As crianças procuram o afikoman, pois ele conclui o sêder. O que encontrar a preciosa metade da matzá recebe presentes ou doces.

Para não sentir falta de comida saborosa durante o Pessach, muitos pratos são preparados com farinha de matzá: kneidlach (bolinhos tradicionais para caldo de galinha), mina (torta com vegetais, cogumelos e queijo), matzah brei (omelete com matzá) e muito mais.

28 Abr 2024
1 min read
260
Notícias

Ler mais

Os EUA vetaram a resolução que reconheceria a Palestina como membro da ONU

Os EUA vetaram a resolução que reconheceria a Palestina como membro da ONU

Na noite de 19 de abril, ocorreu uma votação no Conselho de Segurança da ONU sobre o projeto de resolução para admitir a Palestina como membro pleno da organização.
O Instituto Weizmann começa a preparar médicos-cientistas da próxima geração

O Instituto Weizmann começa a preparar médicos-cientistas da próxima geração

O Instituto Weizmann, conhecido por suas conquistas científicas, anunciou a abertura de uma nova escola médica.
Quase metade dos judeus britânicos está considerando emigrar.

Quase metade dos judeus britânicos está considerando emigrar.

Foto: Reino Unido, Londres, Praça Trafalgar.