Os EUA vetaram a resolução que reconheceria a Palestina como membro da ONU – WZO

Os EUA vetaram a resolução que reconheceria a Palestina como membro da ONU

Na noite de 19 de abril, ocorreu uma votação no Conselho de Segurança da ONU sobre o projeto de resolução para admitir a Palestina como membro pleno da organização. Para que a resolução fosse aprovada, era necessário o apoio de pelo menos 9 dos 15 membros do Conselho de Segurança, desde que nenhum dos cinco […]

United Nations Security Council hall, New York - aiisha/https://depositphotos.com/

Na noite de 19 de abril, ocorreu uma votação no Conselho de Segurança da ONU sobre o projeto de resolução para admitir a Palestina como membro pleno da organização.

Para que a resolução fosse aprovada, era necessário o apoio de pelo menos 9 dos 15 membros do Conselho de Segurança, desde que nenhum dos cinco membros permanentes (EUA, China, Rússia, França e Reino Unido) fizesse uso do direito de veto.

Se o Conselho de Segurança aprovar a resolução, ela é encaminhada para votação na Assembleia Geral da ONU, onde deve ser apoiada por pelo menos dois terços dos membros.

Resultados da votação:
12 países: Eslovênia, Serra Leoa, Rússia, Coreia do Sul, Moçambique, Malta, Japão, Guiana, França, Equador, China e Argélia – apoiaram a resolução.
2 países: Reino Unido e Suíça – abstiveram-se.
Os EUA, membro permanente do Conselho de Segurança, – impuseram veto.

Os representantes dos EUA explicaram sua posição pelo fato de que um Estado Palestino independente deve ser criado por meio de negociações diretas entre Israel e a Autoridade Palestina, e não através de ações da ONU.

Além disso, ainda permanecem questões não resolvidas sobre se a Palestina atende aos critérios que permitem ser considerada um estado, especialmente considerando o fato de que o poder na Faixa de Gaza é exercido pela organização terrorista HAMAS, que não reconhece o direito de existência de Israel.

19 Abr 2024
1 min read
248
Notícias

Ler mais

Aula de Hebraico Especial e Diferente

Aula de Hebraico Especial e Diferente

A turma do Ulpan do  Hashomer Hatzair do Rio de Janeiro  teve uma aula  de Hebraico especial e diferente.
Salário médio em Israel: 12.969 shekels

Salário médio em Israel: 12.969 shekels

De acordo com o Bureau Central de Estatísticas de Israel, o salário médio em Israel para novembro de 2023 foi de 12.969 shekels brutos, o que equivale a $3.554.
A marca de 100 dias da Guerra

A marca de 100 dias da Guerra

Pedalada pela volta dos sequestrados marcando os 100 dias do sequestro.