A Proclamação da Independência – como foi – WZO

A Proclamação da Independência – como foi

Hoje, nosso país e os judeus de todo o mundo comemoram o 76º aniversário da independência do Estado de Israel. A data judaica deste evento, o 5º dia do mês de Iyar, é proclamada feriado nacional – Dia da Independência, que este ano cai em 14 de maio. Então, 76 anos atrás. 14 de maio […]

Hoje, nosso país e os judeus de todo o mundo comemoram o 76º aniversário da independência do Estado de Israel. A data judaica deste evento, o 5º dia do mês de Iyar, é proclamada feriado nacional – Dia da Independência, que este ano cai em 14 de maio.

Então, 76 anos atrás. 14 de maio de 1948, 16:00. Oito horas antes do término do mandato britânico sobre a Palestina.

Tel Aviv, Boulevard Rothschild, número 16. O edifício do museu da cidade, anteriormente – casa de Meir Dizengoff, o primeiro prefeito da cidade.

Ao redor do edifício, reuniram-se algumas milhares de pessoas. Todos estão emocionados.

A versão final do texto da Declaração de Independência foi aprovada uma hora antes do início da cerimônia, digitada em uma máquina de escrever e entregue alguns minutos antes do horário marcado.

Às 16 horas em ponto, o presidente do Conselho Popular, David Ben-Gurion, pronuncia as palavras históricas: “Na Terra de Israel, surgiu o povo judeu. Aqui, formou-se seu caráter espiritual, religioso e político. Aqui, viveu em seu estado soberano, criou valores de cultura nacional e universal e deu ao mundo o eterno Livro dos livros…

A cerimônia de adoção da declaração foi transmitida pela estação de rádio “Kol Israel”

Dos 37 membros do Conselho Popular, apenas 25 assinaram a Declaração de Independência naquela sessão. Outros 12 membros do Conselho estavam em Jerusalém sitiada e só conseguiram assinar algumas semanas depois.

26 dos 37 signatários da Declaração de Independência eram nativos do Império Russo.

A Declaração de Independência termina com as palavras: “Apelamos ao povo judeu em todos os países da diáspora para se unir em torno dos judeus da Terra de Israel no esforço de repatriação para o país e sua construção, e apoiar Israel na grande luta para realizar o anseio de centenas de gerações do povo judeu pela redenção.

Confiando na Fortaleza de Israel, firmamos com nossas assinaturas nosso testemunho nesta Declaração na sessão do Conselho Estadual Provisório, na cidade de Tel Aviv, hoje, na véspera do Sábado, 5 de Iyar 5708, 14 de maio de 1948“.

Já no dia seguinte, as forças de cinco países árabes (Síria, Egito, Líbano, Iraque e Transjordânia) iniciaram simultaneamente ações militares contra o recém-nascido estado judeu, com o objetivo de impedir sua existência.

15 Mai 2024
2 min read
404
Notícias

Ler mais

Maior aula de hebraico da história

Maior aula de hebraico da história

No último domingo 29.5 celebramos junto ao mundo inteiro Iom Yerushalaim com o evento especial da Maior aula de Hebraico da história.
Projeto Novo: Ano nishar – Eu Fico

Projeto Novo: Ano nishar – Eu Fico

Na quinta feira 16 de novembro lançamos o projeto “Ani Nishar”.
Para Plantar Esperança

Para Plantar Esperança

Estudantes do ulpan de verão do Departamento de Promoção para Aliá em Buenos Aires, capital da Argentina, juntamente com seus professores e a equipe do departamento na Agência Judaica, realizaram um seder de Tu B’Shvat.